Faculdade Anglo Americano | Caxias do Sul

Comércio exterior

Inflação oficial acelera

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), teve alta de 0,75% em outubro, a maior variação desde fevereiro, após subir 0,45% no mês anterior, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta terça-feira, 8 de novembro.

Entre os grupos de produtos analisados, Alimentação e Bebidas teve a maior alta, passando de 1,08% em setembro para 1,89% em outubro. O grupo respondeu por 57% do índice e apresentou a maior taxa desde junho de 2008, quando atingiu 2,11%. O preço das carnes teve aumento de 3,48% e representou a maior contribuição individual do mês, com 0,08 ponto percentual do índice. Por outro lado cebola (-6,46%) e o arroz (-1,14%) ficaram mais baratos.

Um dos itens que mais pesou no índice utilizado pelo governo nas metas de inflação foi o feijão carioca, que ficou 31,42% mais caro em outubro e acumula alta de 109,78% no ano.
Com o resultado, o IPCA registra alta de 4,38% no ano, acima dos 3,5% em mesmo período de 2009. Considerando os últimos 12 meses, a inflação passou para 5,2%, acima do acumulado nos 12 meses imediatamente anteriores (4,7%). Em outubro de 2009, o índice havia sido de 0,28%. O governo tem como meta inflação de 4,5%, com dois pontos percentuais de margem para cima ou para baixo.

Outro produto que pressionou o IPCA em outubro foi o álcool combustível. “Os combustíveis subiram 1,56% e ficaram na segunda posição na ordem das contribuições, com 0,07 ponto percentual. O litro do etanol passou a custar 7,41% a mais do que no mês anterior, pressionando o preço da gasolina, que aumentou 1,13%. A alta do etanol chegou a 15,17% no município de Goiânia, seguido pela região metropolitana de São Paulo, com 9,49%, e de Curitiba, com 8,39%”, afirma o IBGE em nota.

O IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980, se refere às famílias com rendimento monetário de 1 a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange nove regiões metropolitanas do País, além de Goiânia e Brasília.
 
Fonte: Terra


Anglo na Feira do Empreendedor RS


Além de circular dentre 20 mil pessoas e vislumbrar os mais de R$ 12 milhões em negócios no Salão de Franquias, os alunos da AngloCaxias puderam viver intensamente a Feira do Empreendedor RS, que ocorreu nos últimos dias (9 a 12/09) no centro de Exposições da FIERGS.

Para saber mais sobre a feira clique aqui


Turma da Anglo em peso na ENCOMEX

Muitos alunos da Anglo Caxias estiveram em peso na Última Encomex Mercosul na Fiergs!

Pra quem não foi fica a sinopse da feira:

O Encomex, um evento institucional de caráter internacional e formato múltiplo que se consolida a cada edição como uma oportunidade de conhecimento e de convergência dos diferentes agentes públicos e privados interessados no mercado exportador brasileiro, promovendo, incentivando e fomentando o processo de exportação das empresas e ajudando no desenvolvimento de mercados.

O Encomex busca promover a competitividade e a sustentabilidade no setor de exportação contribuindo na busca de soluções e alternativas para os problemas que existem no processo de exportação, juntamente com o poder público e a iniciativa privada procurando novos nichos de mercado para as exportações brasileiras.

Saiba + da Encomex aqui


Os talentos do Líder Y


Um conjunto inesperado de novas circunstâncias, capazes de desconstruir ideias e empresas que se julgam sólidas, impacta nosso cotidiano. Um novo perfil de consumidor, novos mercados, novas plataformas de negócios. Uma nova geração está subindo o elevador corporativo em uma quantidade maior e em escala bem mais rápida que o previsto. São jovens inquietos, que se movem a uma velocidade proporcional ao talento que possuem.
Muito se tem falado sobre a Geração Y e das suas aspirações de reconhecimento, individualidade, experimentação, além das características – impaciência, questionamentos, ansiedade, conectividade, criatividade, informalidade e, principalmente, pressa! – que se tornaram uma espécie de “marca registrada” dessa tribo.

O que precisamos agora é focar na tarefa de identificar dentre esses membros da G-Y quais serão os Lideres Y. Como fazê-lo?

Gostaria de provocar a reflexão de pelo menos três aspectos que precisam ser aprofundados pelos líderes atuais e pelos profissionais de RH:

– A responsabilidade de identificar e cultivar os potenciais Líderes Y dentre os talentos da G-Y, é tarefa indelegável dos gestores e líderes atuais e não deve, nem pode, ser considerada como tarefa da área de RH. O máximo que esses profissionais podem fazer é ajudar os líderes e gestores nessa tarefa, mas jamais substituí-los;
– A G-Y não se sente mais tão atraída, como as gerações passadas, pela marca das empresas. O que as atrai ou as afasta é o grau de aderência que a “causa” da empresa tem com suas causas e valores pessoais;
– O desafio não é “atrair e reter” talentos Y, pois eles não apreciam essa expressão – um deles me revelou que “retenção” lembra “detenção”. Proponho que pensemos em ‘atrair e engajar” os G-Y. Engajamento será uma palavra chave para lidar com essa turma.
As empresas precisam criar mecanismos, clima, estrutura e diretrizes de forma a criar um ambiente menos engessado e mais propício ao cultivo desses líderes Y. Infelizmente, a prática do management tradicional que serviu no Mundo 1.0 e os conceitos de Liderança, tais como os conhecemos hoje, estão com os dias contados. Os velhos e surrados atributos do que era considerado um líder eficaz já não têm mais espaço na realidade do Mundo 2.0. Apesar de saber que esse tradicional modelo de liderança deixou de funcionar, uma nova forma de pensar e exercer a liderança ainda não se faz presente com a intensidade necessária.

As dificuldades que surgem em momentos como esse devem ser enfrentadas com soluções inovadoras e corajosas, com uma nova forma de olhar e perceber a realidade. Não se trata apenas de melhorar o que existe, de aperfeiçoar ou incrementar o pensar e o agir. Trata-se de reinventar o pensamento e a ação.

Baseado na oportunidade que tenho tido de conviver com vários líderes inspiradores em diversas partes do mundo, ouso, então, propor uma nova moldura para a prática da Liderança, alertando sobre algumas características que poderão ajudar a obter maior grau de sucesso ao tentar identificar, desenvolver e engajar Líderes Y:

– O Líder Y não se satisfará em cumprir Metas, Resultados, ou com Cargos e Empregos. Treine-os para desenvolver Causas e levantar bandeiras;
– O Líder Y não se satisfará em comandar seguidores e pessoas obedientes;
– O Líder Y não se satisfará apenas em fazer a sua parte. Crie oportunidades para que possam cuidar do todo;
– O Líder Y não se satisfará com o mundo do tangível. Ajude-os a ser bons gestores do intangível;
– O Líder Y não se satisfará em fazer apenas o combinado. Ajude-os a extrapolar, surpreender e se diferenciar da multidão;
– O Líder Y não se satisfará com discursos sem coerência com a prática. Eduque-os pelo exemplo. Fale mais aos olhos que aos ouvidos;
– O Líder Y não se inspirará pela autoridade ou pelo carisma. Inspire-os pelos valores.

No novo “game da liderança” não adianta tentar abrir as portas do futuro com as chaves do passado!

César Souza (cesarsouza@empreende.net) consultor , escritor, palestrante e presidente da Empreenda Consultoria nas áreas de Estratégia , Mkt e RH.
blogdocesar.com.br


13 ensinamentos de João Doria Jr. no Aprendiz


Conheça os ensinamentos mais importantes de João Doria Jr. no Aprendiz Universitário
Empresário mostra no programa dicas para se tornar um profissional bem sucedido no trabalho
Quem já assistiu o programa Aprendiz Universitário sabe da rigidez e determinação de João Doria Jr. no comando do reality. O apresentador e empresário traz para o programa sua experiência na administração de empresas e se preocupa em observar e discutir com seus assessores e aprendizes conselhos importantes para ser um profissional bem sucedido no trabalho.
Suas frases, dicas e conclusões sobre as tarefas criadas e executadas pelos candidatos são compartilhadas por David Barioni e Cristiana Arcangeli, e valem também para o dia a dia na vida de qualquer pessoa.

Ao longo dos episódios do programa listamos os principais ensinamentos que João Doria Jr. faz questão de dizer para os participantes e telespectadores.

Conheça seus principais conselhos:

1. Ousar novas soluções

2. Manter o equilíbrio

3. Acreditar no seu projeto

4. Ter Foco

5. Trabalhar em equipe

6. Ter disciplina

7. Negociar soluções

8. Tomar decisões

9. Ensinar pelo exemplo

10. Ser perseverante

11. Amar o que faz

12. Ter vontade de ser o melhor

13. Ter humildade

Fonte: R7