Faculdade Anglo Americano | Caxias do Sul

Anglo TV

OK GO bomba no you tube!

A banda americana OK Go, conhecida por um clipe em que são usadas esteiras ergométricas, criou outro campeão de audiência no YouTube com o vídeo da música “This too shall pass”. Desta vez, os músicos contracenam com uma espécie de máquina gigante, coordenada para funcionar com precisão no ritmo da música. Foi visto quase 22 milhões de vezes.

Gostou? Então comenta ai!


Os melhores comerciais de Natal

Natal é aquele momento para reunir a família e comemorar junto com as pessoas que a gente gosta, sempre desejando muita paz e alegria, na espera, também, do ano novo que já está próximo. Mesmo sendo uma data religiosa, dar presentes, fazer amigo secreto e receber lembranças fazem parte de um ritual que anima todo mundo. A publicidade, aproveitando esse espírito, já lançou ao longo da década passada, quando a televisão se tornou o principal meio de comunicação, vários comerciais temáticos na época do Natal. Alguns entraram para a história.

O que tentamos fazer com este post é resgatar alguns dos melhores comerciais de Natal já produzidos. Selecionamos cinco dos mais marcantes! Você tem alguma sugestão? Comente!

– No Natal de 2006, o comercial d’O Boticário era protagozinado por um menino que tenta gravar o soneto 11 de Camões. Roteiro muito bem feito, confira!

– O comercial da M&M’s brinca com o mito de que Papai Noel não existe (existe?). É engraçado, além de ser um dos poucos comerciais da marca que ainda são lembrados!

– Os Correios também resolveram entrar no clima natalino e fazer um comercial estimulando o envio de cartões comemorativos. Além de engraçado, você certamente pode ser identificar com uma das pessoas nesse ônibus!

– Comerciais da Coca-Cola são clássicos, mais clássicos ainda são os de Natal. Difícil escolher um, mas essa, que é uma das marcas mais valiosas do mundo, produziu este comercial nos anos 1990 que se tornou quase um sinônimo de Natal. Você, certamente, vai lembrar das imagens do caminhão de refrigerantes da sua infância.

O Zaffari tem tradição em fazer comerciais que parecem curtas de Natal. Escolhemos esse, que, provavelmente, te fez segurar uma lágrima por causa dos sonhos desse garoto que pareciam ter sido estragados.

Tem algum comercial da Natal que você acha que deveria fazer parte da lista? Deixe seu comentário no blog! E aproveite essas festas que estão chegando, Feliz Natal!
Coloque em prática suas ideias em 2011


Você sabe definir a Geração Y?


Eles nasceram entre a década de 1980 e meados da década de 1990, são liberais no consumo, preocupam-se com o meio ambiente, cresceram numa cultura das mídias e hoje vivem conectados. Além disso, já foram considerados superficiais e desatentos, ao mesmo tempo que possuem o desejo de mudar o mundo. Essas são algumas das características que representam a chamada Geração Y , tão discutida ultimamente.

Os indivíduos desse grupo são instáveis e voláteis na profissão. Costumam não ficar muito tempo na mesma empresa e nem pensam duas vezes em trocar o trabalho atual por novos desafios. Isso tudo porque imediatismo é uma das palavras-chave em suas vidas. Ainda no ambiente de trabalho, esses jovens também não reconhecem hierarquias e regras de comportamento, valorizam sua vida pessoal e preocupam-se muito mais com o feedback.

A comunicação não tem barreiras. Nativos digitais, eles não cogitam abrir mão da tecnologia e fazem parte de uma geração conectada em rede. Quando o assunto é comportamento e consumo, são fiéis a uma marca (lovemarks) ratificando um status dentro de um comportamento coletivo. Além disso, querem interação com essas marcas e o direito de serem ouvidos assim como esperam uma resposta diante de algum problema.

A Geração Y não pertence a um único grupo, mesclam comportamentos de várias tribos ao redor do mundo e, ao contrário da geração anterior, dispensam rótulos. Na era da ascensão dessa geração, todos nós queremos ser jovens? Esse vídeo, lançado há pouco tempo pela Box 1824, traduz o sentimento da época e nos mostra comportamentos e tendências desses jovens.

Nessa reportagem do Jornal da Globo, você pode conhecer um pouco mais sobre a rotina de uma das empresas símbolo da geração Y, o Facebook. Além disso, a Revista Galileumostra um contraponto bem bacana com as gerações anteriores e a sucessora da Geração Y.


“The Social Network”, o filme do ano

Um dos filmes mais comentados e esperados do ano, The Social Network, dirigido por David Fincher, chega aos cinemas brasileiros nesta sexta-feira, 03. Nos Estados Unidos, o filme estreou em primeiro lugar nas bilheterias fazendo mais de 23 milhões de dólares no primeiro final de semana em cartaz. O longa, que estreou em outubro, conta a história de uma das mídias sociais mais bem sucedidas de todo o mundo, o Facebook. São mais de 500 milhões de usuários; no Brasil, mais de 3 milhões de perfis estão presentes no site criado por Mark Zuckerberg .

The Social Network é um dos filmes que, sem dúvida, merecem atenção, além de ser indispensável assisti-lo. Não é apenas um documentário sobre um site, é a trajetória de sucesso de um estudante universitário até tornar-se o bilionário mais jovem do mundo. Além disso, outros motivos podem te convencer a ir aos cinemas conhecer a trama. O elenco é um deles. Jesse Eisenberg protagoniza o filme no papel de fundador do Facebook. O cantor Justin Timberlake também aparece no filme interpretando o co-fundador do Napster, Sean Parker. E tem Andrew Garfield no papel do estudante brasileiro Eduardo.

O filme também foi bem recebido pela crítica internacional. A revista Rolling Stone classificou The Social Network como o filme do ano, além definir perfeitamente a década. Já a conceituada revista Wired aponta o roteiro, antes de ser uma história sobre rede social, como uma história sobre o Vale do Silício, conhecida região de empresas tecnológicas nos EUA.

Mais do que ser um filme sobre tecnologia, sobre uma personalidade no mundo dos negócios ou sobre um site de redes sociais, The Social Network fala sobre a atual geração, que passa boa parte do seu dia conectada, compartilhando informações com amigos, recebendo e produzindo conteúdo em rede e navegando pela web a partir de hiperlinks. E além de traduzir a geração em rede, empreendedorismo e startups também são palavras-chave no filme. A ideia de Zuckerberg, sua persistência, a visão de negócios e o crescimento que o transformou em uma das maiores marcas do mundo são lições para jovens cheios de ideias que querem colocá-las em prática.

Enquanto aguardamos o filme, veja o trailer e compartilhe conosco sua visão sobre o Facebook e o filme.


O autor mais influente da língua inglesa


A história da literatura inglesa não seria a mesma sem William Shakespeare, seu maior autor de todos os tempos. A influência de Shakespeare estende-se não apenas à literatura, mas também às telenovelas, teatro, HQs e cinema.

Autor de tramas famosas como Romeu e Julieta, que se tornou a história de amor por excelência, e Hamlet, que possui uma das frases mais conhecidas da língua inglesa: “To be or not to be: that’s the question”, histórias como Otelo, A Comédia dos Erros, Sonho de uma Noite de Verão, A Megera Domada, etc, também fazem parte de extensa lista de suas obras, todas disponíveis aqui.

A importância é tão forte que se reflete constantemente na sétima arte. Mais de 420 filmes com adaptações das obras de Shakespeare foram produzidas desde o início do século XX, fazendo com que Shakespeare seja o autor mais filmado de todos os tempos. Além do cinema, seus textos e temas permaneceram vivos até nossos dias, revisitados pelo teatro, televisão, e literatura.

Romeu e Julieta, sua obra mais popular, já teve quatro versões para as telas de cinema. As mais conhecidas foram a de Franco Zeffirelli (1968) e a de Baz Luhrmann (1996), com Leonardo DiCaprio e Claire Danes. A primeira versão foi lançada em 1936.



Uma curiosidade na história do autor:

Shakespeare demorou quatro anos para terminar sua primeira peça, a Comédia dos Erros. A partir de então, ele entrou para a história acumulando várias outras de grande reconhecimento. Assim como o autor inglês, seu primeiro passo para fazer sua própria história pode se estender por alguns anos.

E queremos que durante esse tempo você possa aprender muitas coisas estudando conosco. Portanto, esse caminho começa no dia 4 de dezembro. Para saber como, acesse o site angloamericano.edu.br e veja como fazer sua inscrição para o nosso vestibular de verão.


Tema Oficial de Fim de Ano do Pretinho Básico


Muito bom!


INTERNET indicada para o PRÊMIO NOBEL

A INTERNET foi indicada para o PRÊMIO NOBEL DA PAZ 2010 como reconhecimento de seu IMPACTO POSITIVO na humanidade!!!

Internet for peace


13 | 07 dia mundial do Rock!

um bom som pra comemorar esse inconfundível estilo musical:
O rock!


Comerciais Harley Davidson






Modern times | Tempos modernos

Data: 1936
Formato: P&B
Duração: 87 min
Direção: Charlie Chaplin
Roteiro: Charlie Chaplin
Elenco original:
Charlie Chaplin, Paulette Goddard, Henry Bergman, Stanley Sandford, Chester Conklin
Género: comédia
Idioma original: inglês

Modern Times (Tempos Modernos, em português) é um filme do cineasta britânico Charles Chaplin lançado em 1936 em que o seu famoso personagem “O Vagabundo” (The Tramp) tenta sobreviver em meio ao mundo moderno e industrializado.
Nesse filme Chaplin quis passar uma mensagem social. Cada cena é trabalhada para que a mensagem chegue verdadeiramente tal qual seja. E nada parece escapar: máquina tomando o lugar dos homens, as facilidades que levam a criminalidade, a escravidão. O amor também surge, mas surge quase paternal: o de um vagabundo por uma menina de rua.

Fonte: Wiki


Ozzi no museu de cera | campanha de Marketing

Pegadinha do Ozzy Osbourne no museu de cera gera 500 mil views no YouTube em 2 dias.
E Ozzy Osbourne, está tão bem aos 61 anos de idade que conseguiu se passar por um boneco de cera dele mesmo no museu Madame Tussauds em Nova York e assusto pra burro quem passou por lá. A brincadeira foi totalmente dentro do ‘briefing’ para promover o novo álbum “Scream”. E a promoção está funcionando mesmo. O vídeo foi colocado no YouTube no dia 26 e já está com quase 500 mil views.

fonte: blog viuisso?


CAMPANHA VESTIBULAR ANGLO 2010 | 2011


Dica de filme: Amélia


Amelia Earhart (Hilary Swank) foi a primeira mulher a completar a travessia do oceano Atlântico pilotando um avião. Este feito fez com que se tornasse uma celebridade nos Estados Unidos, onde passou a ser chamada de “deusa da luz” devido a sua ousadia e carisma. Seu fascínio pelo perigo inspirou até mesmo a primeira dama Eleanor Roosevelt (Cherry Jones). Casada com George Putnam (Richard Gere), um magnata do mercado editorial, e tendo o piloto Gene Vidal (Ewan McGregor) como seu grande amigo, Amelia decide, em 1937, embarcar na mais arrojada de suas missões: dar a volta ao mundo em um voo solo.


Sotaque teutoniense