Faculdade Anglo Americano | Caxias do Sul

Antropologia Digital. Um termo ou uma tendência. #Prof-Anglo

Após a criação do tema #Anglo-Saúde, que foi um sucesso, estamos com um novo projeto!

Em busca de uma maior aproximação dos professores da Faculdade Anglo-Americano para com os alunos e leitores do nosso blog estamos criando o tema #Prof-Anglo. Visando exteriorizar uma parte do grande conhecimento dos nossos diferenciados profissionais!

O nosso primeiro tema #Prof-Anglo foi enviado pelo Coordenador e Professor de Marketing Eduardo Pezzi!

Lá vai!

Antropologia digital. Um termo ou uma tendência.

As mudanças que estão ocorrendo no comportamento da sociedade têm como grande fonte propulsora a tecnologia. Com isso nasce uma nova disciplina a Cyborg Anthropology – que observa as mudanças ao longo do tempo e usa essa análise para entender as ramificações de nossa condição cibernética e a interação com o ser humano.

Porque é tão importante:

A Cyborg Anthropology estuda os hábitos dos usuários da várias subculturas online, e é aplicado para tornar a experiência online do usuário e seus hábitos de trabalho mais eficientes. A partir deste estudo, você pode ter uma perspectiva original e uma nova abordagem para resolver os problemas de eficiência e de comunicação da sua empresa, inserindo os meios digitais como parte fundamental do ser humano e não uma ferramenta de trabalho.

Segundo Amber Case a tecnologia está nos evoluindo, nos tornando uma nova versão do homo sapiens. Nós confiamos agora em “cérebros externos” (telefones celulares e computadores,) para nos comunicar. Mas estas máquinas realmente nos ajudam ou nos dominam?
A autora preconiza: “Você é um ciborgue toda vez que olha para a tela de um computador ou usa um celular, porque está entrando numa relação tecno-social com um pedaço de tecnologia não-humana. Nossos celulares, carros e laptops tornaram-se ciborgues porque nós os empregamos para fazer coisas que não conseguimos como simples indivíduos. Nossos corpos podem estar nos mesmos lugares, mas nossas identidades e pensamentos estão viajando pelo globo.”

Abaixo, Amber oferece uma nova visão de nós mesmos, a partir de seus estudos cyber antropológicos.

RESUMINDO:

De acordo com Amber, algumas mudanças relevantes estão ocorrendo:

A produção automática do espaço: podemos colocar tudo o que quisermos dentro de um pendrive, que é móvel e não fica mais pesado com tudo o que tem dentro. Além disso, podemos tirar tudo o que quisermos de dentro do computador. É só imprimir.

O segundo “eu”: perfis em redes sociais estão ali, disponíveis para que as pessoas interajam com eles, mesmo você não estando lá.

Preservação da sua vida virtual: da mesma forma em que faz com sua vida real, ao tomar banho, escovar os dentes, se vestir adequadamente. Uma excelente matéria do The News York Observer mostra esse conceito na prática, a partir de uma pesquisa realizada em Nova York, sobre como os jovens de 20 e poucos anos dessa cidade estão ligando pouco para sexo e encontros reais, em função da manutenção e do vício que trazem os perfis em redes sociais.

Compressão do tempo e espaço: não há mais distância entre um ponto e outro. Todos podem estar conectados sem precisar haver locomoção.

Tempo simultâneo: somos “paleontologistas” das nossas memórias digitais, cavando por mensagens que deixamos, emails que mandamos e fotos que tiramos.

Ambiente de intimidade: podemos nos conectar com quem quisermos a qualquer momento. Se fosse fisicamente, a sala que você estaria ficaria lotada com todas as pessoas que você poderia se conectar.

Não refletimos mais: não estamos apenas sentados em algum lugar. Estamos permanentemente conectados e preocupados. As pessoas não estão parando mais para refletir.

Esta última é um alerta de que estamos nos tornando uma sociedade do instantâneo e do superficial. Onde há muita informação e pouco aprofundamento. Sabemos muito pouco de várias coisas e a atenção não tem mais foco único.

Talvez tenhamos que entender nosso papel nesta nova sociedade e sabermos que é muito importante unir o real e o virtual em prol de nosso aprendizado e crescimento profissional. Separar conteúdos relevantes, entendê-lo e fazer uma análise crítica será o diferencial competitivo no mercado de trabalho e na garantia de um futuro brilhante.

O PROFESSOR

Eduardo Pezzi
Twitter: @edupezzi
Facebook: Eduardo Pezzi “clique”
______________________

Fontes: Cyborg Anthropology, TEDTalk, The New York Observer e SXSW
Por Samanta Fluture, Gil Giardelli e equipe InovadoresESPM
Fotos: TEDTalk

#SeLiga
Próximo #Anglo-Saúde teremos uma matéria muito bacana sobre Os Benefícios e Curiosidades da Medicina Chinesa, com o Acupunturista, Auriculoterapeura, Profissional de RPG e Fisioterapeuta Dr. Douglas Garcia.

Ótimo final de semana!

Anúncios

2 Respostas

  1. Prezados,

    Em primeiro lugar parabenizo o Prof. Eduardo Pezzi pelo texto, que é bem oportuno.

    Existem dois pontos que, no meu entender, merecem destaque:
    1. ” … perspectiva original e uma nova abordagem para resolver os problemas de eficiência e de comunicação da sua empresa”
    – Sobre isso, acredito que temos que compreender as mudanças na sociedade
    para nos posicionarmos face a elas, tudo vai depender da ótica como encaramos tais mudanças.
    2. O segundo ponto, vai ao encotro do que eu disse, quando o texto trás:
    ” …entendê-lo e fazer uma análise crítica será o diferencial competitivo no mercado de trabalho e na garantia de um futuro…”

    Precisamos entender a complexidade do mundo que nos cerca.

    Forte abraço e boa semana,
    Att,

    José Carlos S. FREITAS Jr.
    ________________________________________
    Acesse meu blog:
    desenvolvendo-lideres@blogspot.com
    msn: freitas1995@hotmail.com
    Twitter: @freitas_jcarlos

    abril 3, 2011 às 10:11 pm

  2. Thiago Weingartner

    Sugestão de leitura sobre o tema:
    “Cibercultura” e “As Tecologias da Inteligência”, Ambos do autor Pirre Levy, editora 34.

    abril 5, 2011 às 3:05 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s