Faculdade Anglo Americano | Caxias do Sul

Arquivo para fevereiro, 2011

Bem-vindos, veteranos e novos alunos!

Você já está preparado para a nossa volta às aulas? O início do ano letivo da Faculdade Anglo-Americano é na próxima segunda-feira, no dia 28 de fevereiro. Alunos dos cursos de graduação e pós-graduação irão retornar suas atividades na próxima semana. Muitos já estão familiarizados com a faculdade, mas tem muita gente nova chegando.

Para alunos veteranos, é tempo de rever colegas, professores e dar continuidade à formação acadêmica. Cheios de energia, quem está começando um novo curso certamente terá que controlar a ansiedade. Mas é fundamental manter toda empolgação durante o período de aulas para tirar o máximo proveito da faculdade. Disposição é fundamental nesse novo processo de aprendizagem.

Além disso, quem acabou de sair do ensino médio vai precisar encarar uma rotina diferente, com mais responsabilidade e compromissos com os estudos. Reunimos algumas dicas para os alunos calouros na nossa Faculdade, para se sentirem mais à vontade e também começarem 2011 com o pé direito!

Vou começar uma faculdade, e agora?

– Antes de tudo, é fundamental saber separar tempo para lazer e estudos. A rotina agora é diferente da escola, por isso, pode ser muito legal ficar no MSN com os amigos ou ouvindo uma música legal na hora de estudar ou fazer um trabalho, mas nem sempre isso funciona e lhe dará rendimento. Não deixe acumular trabalhos, tarefas e estudos para prova, afinal, cada professor que você tiver tem um ritmo e é sempre bom acompanhá-lo para não ter problemas no final de cada semestre.

– Concentração durante as aulas é fundamental, isso porque seu professor pode falar muito mais coisas do que escrever, e talvez seja esse o conteúdo que ele irá cobrar em provas. Fique atento!

– Além de prestar atenção, anote pontos principais durante as aulas para fazer pesquisas sobre eles mais adiante. Isso irá aumentar seu conhecimento sobre o assunto e suas chances de se sair bem numa disciplina.

– Desenvolva seu próprio método de estudos dentro da faculdade, se já trabalha, sempre é bom também buscar conciliar seus horários para não atrapalhar nem faculdade, nem trabalho.

Mão extra

Precisa de uma ajuda extra para estudar? Que tal usar o que há disponível na internet para melhorar seus estudos? Independente se você é aluno novo ou antigo, anote algumas dicas fundamentais:

– A reforma ortográfica mudou faz um tempo, mas se você não se acostumou, não se preocupe. O Ortografa! é uma ferramenta de correção que te mostra a nova grafia correta de cada palavra. Sem desculpas para não escrever certo! Agora, se você quer mesmo saber de uma vez tudo que mudou, vai precisar do Guia Prático da Nova Ortografia.

– Outro idioma é fundamental, isso todo mundo já está cansado de saber. Por isso, se você ainda não começou a estudar uma nova língua, comece logo a aprender. E, o melhor, de graça! Conhece o LiveMocha? Uma centro de estudos online para aprender idiomas com pessoas de todo o mundo.

– Não perca seus horários e tarefas! Baixe o Student DOG organizer no seu computador. Tarefas, horários de provas e uma agenda digital com várias opções num só lugar.

Com todas essas dicas, fica mais fácil retornar a rotina de aulas e começar 2011 com muita disposição para a faculdade.

E você, já está pronto para a próxima segunda-feira?


A importância do profissional de Pedagogia


Você sabia que existe um dia do ano para comemorar o dia do livro didático? E essa data é no próximo 27 de fevereiro, motivo para repensarmos esse instrumento de leitura e motivador do desenvolvimento da escrita. Isso porque muitos desses livros estão sendo substituídos por tablets. Essa mudança no processo de aprendizagem coloca em foco uma figura que tem um papel muito importante nesse contexto, o profissional de Pedagogia.

A Faculdade Anglo-Americano possui esse curso em sua lista de graduações. A definição do conceito de pedagogia passa pelo entendimento de outros componentes do ato educativo: a educação e a didática.

Hoje em dia, as transformações na nossa sociedade lançam mais desafios para graduandos nessa área. As mudanças tecnológicas e sociais trouxeram maiores exigências ao trabalho de alfabetização.
Além disso, sua abrangência ultrapassa os espaços escolares e chega a atingir ONGs, família, trabalho, lazer, igreja, sindicatos, clubes, etc. Assim, onde existir alguma prática educativa, há a presença do pedagogo para liderar esse processo. Por causa disso, é fundamental ao bom profissional dessa área saber lidar com as transformações em curso e estar preparado para atender alunos cada vez mais exigentes e acostumados com multitarefa, além de um mercado em constante adaptação.

A Pedagogia empresarial ainda está em crescimento no Brasil. Diante da nova realidade mercadológica, um pedagogo, nesses espaços, lidaria com funcionários interessados no processo de aprendizado dentro do local de trabalho, visando o crescimento e a motivação. As empresas também são espaços educativos para o crescimento dos funcionários e dela mesma. Assim, configura-se mais um campo que um pedagogo pode atuar.

De acordo com as diretrizes curriculares nacionais (DCN), Pedagogia se refere à arte, ciência e profissão de ensinar. O curso tem sua origem vinculada à Faculdade Nacional de Filosofia, Ciências e Letras e à de Educação, criada em 1937. A licenciatura em Pedagogia assegura a formação de profissionais da educação prevista no art. 64 da Lei nº 9394/96.

O importante, nesse processo até a graduação, é sempre estudar muito a realidade e desenvolver uma visão crítica com todas essas mudanças que presenciamos; afinal, cabe ao pedagogo a grande tarefa de passar a educação a uma sociedade.


Melhore o desempenho do seu computador


Hoje, é quase impossível fazermos alguma tarefa de estudos ou trabalho que não envolva o computador. Quase tudo é processado por algum meio eletrônico e, cada vez mais, rapidez e agilidade serão palavras que acompanharão essas ferramentas. Mas não basta estudar ou trabalhar com a melhor máquina, é preciso tirar o melhor proveito do que a tecnologia tem para nos oferecer.

Existe uma infinidade de programas e serviços que podem ajudar você a usar melhor seu computador ou laptop de forma que tanto trabalho quanto lazer possam ficar mais rápidos e divertidos. E o melhor de tudo: muitos deles são gratuitos! Você pode baixá-los ou acessá-los sem muita complicação e sem gastar nada.

Se você usa Windows, uma boa dica é o Snow StandAlone Gadgets, que, como o nome já diz, é um pacote cheio de gadgets para serem usados no desktop do seu computador. As finalidades são diversas, como um slideshow de imagens e post-it na tela até um agregador de feeds dos sites que você mais gosta. Tudo ali, para se organizar na área de trabalho.

Sabe aqueles arquivos desnecessários do seu computador? Pois é, nem sempre nos damos conta que tem muita coisa perdida e sem uso, por isso, o CCleaner é uma boa pedida para fazer uma limpeza em arquivos sem uso e temporários, deixando mais espaço pra você usar. Agora, se você é daqueles que tira foto de tudo quanto é coisa e já está no limite do HD, o Photo Vacuum Packer é um programa para diminuir o espaço ocupado pelas fotos. E o melhor, pode ser aplicado a uma pasta inteira, sem precisar mexer uma por uma.

Está cheio de trabalho, mas achou um monte de links interessantes para ler? O Read It Later é uma extensão para o navegador Firefox que armazena os links para você ler a qualquer hora. E como é preciso fazer uma conta, você pode visualizá-lo de qualquer lugar.

Última dica: quer um serviço para guardar arquivos e compartilhá-los em outro computador ou outra pessoa? O Dropbox é ótimo para isso, além de sincronizar a atualização de uma pasta nas duas máquinas.

Como tem sempre um monte de serviços surgindo, alguns ótimos e outros nem tanto, é sempre bom ficar de olho em locais que nos informam sobre isso. O Olhar Digital é um site muito bom para quem quer descobrir novas aplicações para o PC. Além disso, a Info Online também publica várias listas com sugestões. É sempre bom ficar atualizado!


Você está preparado para ser um bom líder?

O que é ser líder para você? É saber passar as ordens certas? Ou é saber escolher a melhor equipe e conduzi-la? Ser líder vai muito além do que essas simples definições, e envolve a personalidade e a capacidade de enfrentar desafios de cada pessoa.

Seja na faculdade, com os colegas durante as aulas ou em trabalhos em grupo, seja no local de trabalho, na hora de tomar decisões, o líder tem um papel fundamental: cabe a eles conduzir vidas. E como? É dele que vem a influência positiva para fazer uma determinada tarefa. E é fundamental que um líder tenha essa influência positiva, caso contrário, não há motivos para ocupar tal posição.

A influência positiva sob um determinado grupo de pessoas garante que não seja preciso usar a coerção para que seja feita uma determinada tarefa. E nem todas as pessoas conseguem ter essa prática. A personalidade de cada um é fundamental para determinar um líder. Ele precisa saber ouvir, comandar, saber analisar o que está sendo feito além dos resultados.

Se você está gerenciando um grupo no trabalho ou se possui alguma atividade de liderança na faculdade, saiba que é preciso ter algumas características para conseguir os objetivos e ratificar sua liderança. Algumas dessas características são destacadas como:

– Saber identificar os erros e gerenciar as falhas para retornar a situação de maneira favorável;

– Saber ouvir, ensinar e aconselhar;

– Ser um exemplo de caráter e ética, só assim você poderá passar confiança para os demais;

– Demonstrar bons valores para poder influenciar as pessoas;

– Ter visão e saber administrar para o futuro as demandas;

– Estar sempre motivado para poder motivar os demais.

A gente já falou por aqui da história de grandes líderes, como Gandhi. Porém, no século XXI, ser líder envolve outras formas de dialogar com as pessoas.

Aliás, não existe apenas um tipo de liderança que um líder pode exercer. O escritor Idalberto Chiavenato aponta os tipos de liderança mais comum no ambiente de trabalho.

– Autocrática: quando o líder foca apenas nas tarefas, tomando as decisões individuais, desconsiderando a opinião dos demais.

– Democrática: quando é voltada para as pessoas e há participação dos demais na tomada de decisões;

– Liberal: quando um grupo não precisa mais de supervisão constante.

Quer mais dicas de como ser um bom líder? Sabe qual a diferença entre chefe e líder? Então, dá uma olhada no vídeo abaixo para aumentar seus conhecimentos sobre o assunto!


Invenções inusitadas da tecnologia

Antigamente, assistíamos aos episódios da família Jetsons e jamais imaginaríamos que muita coisa futurística de lá ia se tornar realidade. Muitos aparelhos estranhos do cinema também já se tornaram realidade sem que um dia pudéssemos acreditar que isso iria acontecer. Tudo bem, ainda não inventaram a tecnologia do teletransporte! Hoje, podemos trabalhar usando as mãos para manusear um dispositivo, por causa da tecnologia touchscreen, falamos com pessoas do outro lado do mundo com as vídeo-transferências e muitas coisas que só facilitam nossa vida.

Mas não é só pra isso que muitos cientistas trabalham! Muitos deles parecem adorar invenções inusitadas para entrarem no hall dos gadgets engraçados. E se fosse possível ter um teclado só para os emoticos que você manda para seus amigos? Pois é, uma empresa resolveu acabar com os caracteres especiais que usamos para fazer um emoticon e criou um teclado só para isso! É só apertar uma tecla, e pronto!

Outra coisa bem interessante é esse filtro para fotografias. Hoje, com vários modelos de máquinas digitais e celulares com câmeras, além de programas para tratamento de imagens, esses filtros dão um toque mais alternativo e amador para as suas fotografias. O resultado fica muito mais interessante que qualquer manipulação por computador! Mas, mesmo assim, é inusitado!

E, por falar em câmeras, já imaginou uma filmadora com apenas 12 gramas? Isso mesmo! Aliás, além de ser super leve, essa invenção de cientistas japoneses tem menos de 3 centímetros em cada lado. Olha o tamanho dela comparado com modelos tradicionais.

E você, qual a invenção tecnológica mais inusitada que já viu por aí?


Confira aqui o Gabarito do Vestibular Verão 2011


Quantos planetas seriam necessários se todos fossem como você?

Você tem ideia de como seu consumo diário afeta o meio ambiente? Pense bem, nessa lista, inclui-se os gastos com transporte, alimentação, consumo de carne vermelha, eletricidade e, consequentemente, o lixo que você produz.

A gente sempre fica no “acho que gasto pouco” ou “acho que gasto muito”, mas existe um site bem legal que ajuda a calcular a nossa “pegada ecológica”. É o My Foot Print. E como funciona? Simples. É só responder uma série de perguntas relacionadas aos hábitos de vida urbana bem como consumo material que, ao final, é calculada a pegada ecológica de cada um. O resultado mostra quantos planetas seriam necessários se todas as pessoas tivessem o mesmo hábito que você. Outro site parecido é o Global Footprint Network, que dá dicas de como mudar sua pegada além de mostrar onde está o maior problema entre seus hábitos.

E fique ligado: se o seu resultado for superior a um planeta Terra, comece a pensar no que você pode contribuir para fazer a sua parte nas questões de sustentabilidade. Normalmente, muitas pessoas acham que esse tema se tornou algo recorrente, muitas pessoas que defendem um consumo reduzido já foram apontados de “eco-chatos”, mas, uma coisa é certa, estamos consumindo demais e, ao mesmo tempo, produzindo muito lixo, e vai chagar uma hora em que o mundo não vai mais aguentar isso. E o que é pior, esse momento já chegou! Reduzir as emissões de gás carbônico é uma questão séria na política internacional e muitos países estão trabalhando para tentar fazer com que os outros países mais poluentes contribuam nessa tarefa.

Enquanto nossos governantes resolvem isso no âmbito das relações internacionais, cabe a todos nós darmos um bom exemplo de uso consciente dos recursos naturais. Podemos começar com coisas simples, como reciclagem, optar por aparelhos eletrodomésticos que consumam menos energia além de utilizar mais transporte público ou até bicicleta, evitando, assim, que mais carros estejam circulando pela rua. Aliás, essa ideia de usar um transporte que não agrida o meio ambiente levou vários jovens às ruas de uma cidade mexicana para fazerem uma ação por eles mesmos. Já que as autoridades locais não ouviram suas reclamações por uma ciclovia, eles próprias a construíram! A ação está no vídeo abaixo, e serve de estímulo para que todos nós também façamos a nossa parte.


Guia para o seu primeiro emprego

Você pediu transferência para a Anglo ou vai fazer nosso vestibular de verão e, também, se já é nosso aluno, provavelmente uma coisa já passou pela sua cabeça: como conseguir o primeiro emprego na área em que está estudando?

Antes de tudo, é preciso saber como é a forma de contratação das empresas. São 4 maneiras de ser contrato para o primeiro emprego: a convencional aprendiz, estágio e trainee.

O contrato convencional é o famoso emprego com carteira assinada. O trabalhador é regido pela CLT e deve ganhar pelo menos salário mínimo. A jornada de trabalho deve ser de até 44 horas semanais. Tem direito a férias, 13º salário e Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). No caso de ser demitido sem justa causa, recebe multa de 40% sobre o FGTS. O aprendiz também é contratado no regime da CLT. A lei de aprendizagem prevê que empresas de médio e grande porte cumpram cota de aprendizes, que devem ter entre 14 e 24 anos. Além de trabalhar, os jovens têm de cumprir carga em curso de capacitação.

O estágio, o mais comum para quem entra na faculdade, possui a Lei do Estágio, determinando que o vínculo seja feito com contrato, entre faculdade e empresa, de até 2 anos. A carga horária não pode passar de seis horas diárias e o jovem tem direito a recesso remunerado de 30 dias após um ano de trabalho. Já o trainee, é geralmente contratado como todos os trabalhadores convencionais (CLT), mas a intenção é capacitar recém-formados para cargos de chefia. Quem está trabalhando com essa forma de contrato, tem todos os benefícios e direitos de um trabalhador convencional.

Mas, e como conseguir uma dessas formas de trabalho?

Se você está procurando estágio, no início de cada semestre a possibilidade de encontrar uma oportunidade é muito maior. Muitos estudantes se formam ou tiram férias, principalmente no final do ano, por isso há mais vagas no mercado de trabalho. Agora, se seu interesse for o trainee, normalmente as inscrições abrem da metade para o final do ano, então, fique ligado em 2011!

Observe também as empresas que possuem planos de carreira, isso pode ser uma forma de já pensar no seu futuro profissional. E não se preocupe com experiência. Alguns locais optam por estudantes inexperientes, assim não há vícios de trabalho e eles podem passar a maneira que consideram mais adequada de trabalho.

O portal UOL tem uma página de serviços destinada a quem está buscando oportunidades de trabalho. Vale ficar atento às dicas e sugestões que sempre aparecem por lá.
Não esqueça também que já publicamos aqui no blog dicas de como elaborar um bom currículo.
Agora que você já tem todas as formas de conseguir o primeiro emprego bem explicadas, hora de ir em busca de seus objetivos! Boa sorte!


Saturday night!


Música também é sinônimo de saúde e bem-estar

Muito além de trilha sonora para vários momentos de nossa vida, a música faz um bem que muita gente não sabe para a nossa saúde, principalmente para o cérebro. Se você não dispensa um bom som em qualquer momento do dia ou se está sempre na companhia de fones de ouvido, saiba que o benefício vai muito além do que você pode imaginar.

Em crianças, por exemplo, cientistas afirmam que o aprendizado escolar acrescido de acesso a instrumentos musicais proporcionou diferenças nas áreas motoras e auditivas, além de mudanças em outras zonas do cérebro ligadas à atenção e ao aprendizado. Mas os benefícios à saúde mental são muito maiores. A música não só pode auxiliar crianças com transtornos de desenvolvimento, mas ajuda no tratamento de adultos com doenças neurológicas. A música clássica, em especial, ajuda bebês a desenvolverem a memória auditiva e sua capacidade de decodificar informações.

E nada mais apropriado que citarmos a famosa frase do filósofo alemão Friedrich Nietzsche: “Sem música, a vida seria um erro”. Independente do gosto musical, ao ouvir um tipo de música que nos agrade, esse som atinge algumas partes do corpo promovendo vários benefícios. Entre esses, está a sensação de bem-estar e prazer além de melhorar o funcionamento dos pulmões, aparelho gastrointestinal, sistema circulatório e aparência da pele. E não para por aqui, a lista é muito maior!

Pesquisas sobre os benefícios da música só foram publicadas no século XVIII, mas sabe-se que desde a Antiguidade ela é utilizada no tratamento de doenças. Nas descobertas recentes, um grupo de neurocientistas da Universidade de Helsinki, na Finlândia, constatou que vítimas de derrames cerebrais podem ser beneficiadas com o uso de melodias.

Toda nossa ligação com a música é tema do livro “Música, Cérebro e Êxtase”, do autor Robert Jourdain. Na obra, Jourdain traça a evolução da música e apresenta novos conceitos sobre memória e percepção, conhecimento e atenção, movimento e emoção. Outra leitura bem interessante é “A música no seu cérebro”, de Daniel J. Levitin. Aqui, o autor mescla psicologia, estudos na área de neurociência e sua experiência como produtor musical para desvendar os mistérios da música com nossa saúde.

Agora você já sabe que ouvir música não é apenas um passatempo, também é uma forma de buscar benefícios para você, principalmente para o cérebro!