Faculdade Anglo Americano | Caxias do Sul

Arquivo para setembro, 2010

A história do Vale do Sílicio


Muito se tem falado sobre o filme que narra a história de como surgiram a Microsoft e a Apple, tendo com base o Vale do Silício, uma região da Califórnia infestada de empresas de tecnologia.

Mas o porque de tanta polêmica?

A narrativa do filme evidencia que não as grandes indústrias de computadores que criaram as máquinas de computação pessoal, mas adolescentes, nas garagens com o desejo de criar uma ferramenta para mudar o mundo.
É lógico que o Vale do Sílicio foi palco de uma revolução talvez mais radical, sem ícones muito visíveis, e que ocorreu na economia e nas finanças. Uma economia movida a capitais de risco cresceu quase do zero, como surgida do nada, até provocar tombos mundiais catastróficos.
Para entender melhor vamos descrever aqui o que Tim Bajarin, diz em seu artigo publicado pela PC MAG:

“As origens da tecnologia avançada em que as empresas do Vale do Silício, nos Estados Unidos, que praticamente ditam as regras do mundo tecnológico contemporâneo, remetem à Segunda Guerra Mundial. Já em 1939, os alemães tinham desenvolvido sofisticados sistemas de radares, capazes de identificar os bombardeiros aliados e caças inimigos, muito antes de sermos capazes de impedir tal tipo de detecção. Por isso, os militares norte-americanos estabeleceram um laboratório secreto em Harvard, chamado Radio Research LAB (RRL).
Graças ao trabalho ali desenvolvido, descobriu-se uma maneira de confundir os alemães em seus esforços de identificar as aeronaves aliadas. Um jogo de gato e rato se seguiu: os americanos encontravam uma maneira de confundir o radar, os alemães encontravam um jeito de contorná-la – e todos tinham que desenvolver novos métodos para burlar os novos dispositivos.
Entra em cena Fredrick Terman, que havia sido selecionado em Stanford para chefiar o RRL em Harvard. Terman retornou para lá depois da guerra para comandar a cadeira de engenharia da escola. Assim, ele estendeu os programas da universidade nas áreas de Engenharia, Ciências e Estatística. Dois de seus alunos de Engenharia, por sinal, foram William Hewlett e David Packard, fundadores da HP. Foi Terman quem analisou seus trabalhos e sugeriu que eles abrissem a própria empresa”.
O filme é relatado sob a visão de Stephen Wozniak. Inicia-se por volta dos anos da década de 1970, onde Stephen e Steve Jobs, de modo simplório e ainda desconhecidos, propõem um microcomputador pessoal, isso só em planos, nada concreto ainda.
Ficou com vontade de saber mais?

Veja aí!

Fonte: PC MAG

Anúncios

Projeto Talentos do Brasil Prorrogado

As inscrições de propostas para o projeto Talentos do Brasil Rural foram prorrogadas para o dia 8 de outubro. A chamada pública foi lançada no último dia 6, pelo Ministério do Turismo (MTur), em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Sebrae/RS, com apoio da Agência de Cooperação Técnica Alemã (GTZ).
O objetivo é inserir produtos da agricultura familiar no mercado turístico. Serão selecionados 101 empreendimentos da agricultura familiar que serão preparados para ofertar produtos de qualidade para meios de hospedagem, bares, restaurantes e lojas de artesanato. O investimento total é de R$ 3,2 milhões.

Fonte: Mtur

Saiba+aqui


Dia Internacional do Turismo

É com imensa satisfação que parabenizamos os profissionais e estudantes de turismo que atuam em Caxias do Sul e Região.

Parabéns a todos!!

Faculdade @AngloCaxias


Convite II MOSTRA CIENTÍFICA FACULDADE ANGLO-AMERICANO


IV Encontro os Caminhos da Tecnologia

Prezado (a) Aluno(a),

Ocorrerá no dia de amanhã 25/09, nas dependências da Faculdade Anglo-Americano o IV Encontro “ Os Caminhos da Tecnologia “.

O Evento iniciará às 09hs da manhã com um café.

Será apresentado uma simulação Hacker.

Contamos com sua participação neste Evento.(4 horas de atividades complementares)

Foco: Curso de Ciência da Computação, Sistemas para Internet e Redes de Computadores


Gestão 2.0: a morte do super-homem


A RedeTV realizou, no último dia 22, mais um debate entre os presidenciáveis do país, que envolve várias etapas. Entre elas, cada candidato teve o direito de realizar uma pergunta para outro candidato. Quando questinado sobre uma estratégia realizada pela Petrobrás, o candidato Plínio Sampaio (PSOL) declarou que não sabia responder a pergunta. Sampaio disse que presidente não precisa saber tudo, pois é para isso que ele necessita dos assessores e ministros. Resposta perfeita.

Nenhuma pessoa que esteja no mais alto cargo de qualquer instituição tem a obrigação de saber tudo e se envolver em todas as decisões da empresa. Imagine se todos os colaboradores da sua companhia dependessem de apenas uma pessoa para seguir em frente com seus projetos, como ficaria a competitividade?

E isso se aplica a todos os níveis gerenciais da empresa. A complexidade existente atualmente no ambiente competitivo da nova economia é enorme e quase impossível de ser acompanhada por toda a instituição. Apenas para se ter exemplo dessa complexidade, há alguns anos atrás, se uma pessoa ficasse doente, ela procurava um clínico geral. No meu caso, minha mãe procurava um otorrinolaringologista. Hoje em dia quase não existem clínicos gerais, mas diversos especialistas como infectologistas, neuropediatras, pneumologistas e etc.

Já dizia Peter Drucker: “Nenhuma instituição jamais poderia sobreviver ou crescer se precisasse de gênios ou super-homens para gerenciá-la. Ela precisa ser organizada de modo a ser capaz de seguir em frente sob uma liderança composta de seres humanos medianos”. Para sobreviver e crescer dentro do ambiente atual da alta competitividade e complexidade é preciso deixar de construir organizações que dependam da liderança heróica.

É necessário reconhecer que não podemos reduzir a importância das outras pessoas existentes dentro de nossas empresas. Devemos aproveitar a propensão natural dos indivíduos de cooperar em comunidades em detrimento de criar grupos de seguidores que devem ser motivados para que tenham bom desempenho. É preciso incentivar que as equipes compartilhem processos, incentivem a propriedade coletiva de ideias e permitir que as equipes aprendam umas com as outras.

Diversidade de perspectivas é um elemento importante para empresas que querem navegar nas ondas revoltas da nova economia e que, por essa razão, buscam investir em criatividade. Elas estão constantemente em busca de pessoas com a capacidade e a disposição de colaborar entre diferentes disciplinas. No final, essa capacidade é o que distingue a mera equipe multidisciplinar de uma equipe verdadeiramente interdisciplinar. Em um grupo multidisciplinar, cada pessoa defende a própria especialidade técnica e o projeto se transforma em uma prolongada negociação entre os membros da equipe, provavelmente resultando em concessões a contragosto. Em uma equipe interdisciplinar, todos se sentem donos das ideias e assumem a responsabilidade por elas.

Portanto, nenhuma empresa pode depender da existência de um super-homem para sobreviver e crescer, pois a complexidade é a kriptonita desse super-herói. Nesse caso, assim como o chumbo protege o super-homem dos efeitos da kriptonita, a criatividade e a inteligência coletiva protegem a empresa dos efeitos da alta complexidade. É preciso reconhecer que somos mais inteligentes do que qualquer um de nós.

Fonte: @blogdomarcelao


Anglo Caxias no Acampamento Farroupilha

A Faculdade Anglo-Americano se orgulha de ser gaúcha no coração e nas ideias, e por isso estivemos presentes no acampamento farroupilha de Caxias do Sul, na casa RBS.
Confira as fotos no slide:


Twitter Contábil!


Que tal um seguir uma equipe que explica o mundo da contabilidade, escrituração, notícias, artigos e temáticas?! esse é o conceito da turma do Portal de contabilidade.com.br

Vale a pena pra quem está estudando ciências contáveis ou simplesmente quer ficar antenado nesse assunto.

twitter.com/guiacontabil


Anglo Na semana Farroupilha


Anglo na Feira do Empreendedor RS


Além de circular dentre 20 mil pessoas e vislumbrar os mais de R$ 12 milhões em negócios no Salão de Franquias, os alunos da AngloCaxias puderam viver intensamente a Feira do Empreendedor RS, que ocorreu nos últimos dias (9 a 12/09) no centro de Exposições da FIERGS.

Para saber mais sobre a feira clique aqui


Turma da Anglo em peso na ENCOMEX

Muitos alunos da Anglo Caxias estiveram em peso na Última Encomex Mercosul na Fiergs!

Pra quem não foi fica a sinopse da feira:

O Encomex, um evento institucional de caráter internacional e formato múltiplo que se consolida a cada edição como uma oportunidade de conhecimento e de convergência dos diferentes agentes públicos e privados interessados no mercado exportador brasileiro, promovendo, incentivando e fomentando o processo de exportação das empresas e ajudando no desenvolvimento de mercados.

O Encomex busca promover a competitividade e a sustentabilidade no setor de exportação contribuindo na busca de soluções e alternativas para os problemas que existem no processo de exportação, juntamente com o poder público e a iniciativa privada procurando novos nichos de mercado para as exportações brasileiras.

Saiba + da Encomex aqui


Laboratório de Eventos do Turismo!

Prezados senhores,

É com imensa satisfação que comunicamos a abertura do Laboratório de Eventos, do Bacharelado em Turismo, da Faculdade Anglo Americano de Caxias do Sul.

A inaguração acontecerá no dia 14 de setembro, terça-feira,  às 22 horas.

Atenciosamente,

Profa. Me. Paula Nora

Coordenadora do Bacharelado em Turismo


Já viu o Windows Surface?

A Microsoft comercializa um computador futurista chamado Surface, com formato de mesa e uma grande tela tátil em vez de mouse e teclado.

Trata-se de um passo adiante no lar do futuro imaginado por Bill Gates, um dos fundadores da companhia, no qual a voz e o tato substituirão os teclados e mouses.

O produto, chamado Microsoft Surface, tem uma tela de cerca de 70 centímetros protegida por um plástico e permite tocar e movimentar os objetos nela para fazer quebra-cabeças, colorir (o usuário pode escolher as cores com o dedo, em cubos virtuais) e compartilhar fotos de maneira muito simples.

Apelidado de “Milan”, o computador é capaz de reconhecer os artigos colocados em sua superfície, como telefones celulares e câmeras fotográficas, o que permitirá, por exemplo, baixar as fotografias de uma câmera digital.



+ INFOS: microsoft.com/surface


II Mostra Científica da Faculdade Anglo

Com o objetivo de difundir e socializar os trabalhos acadêmicos desenvolvidos pelos cursos da FAACS, tanto na graduação como na pós-graduação, a II Mostra científica visa permitir uma maior integração das diversas áreas de pesquisa, bem como um entendimento dos processos metodológicos que norteiam os caminhos das investigações.

Programação:

13/10
Palestra: “Educação e Pesquisa na Construção da Sociedade”

14/10
Salas Temáticas: Comunicações Orais
Sessões de Pôsteres

15/10
Apresentações dos Projetos de Pesquisa em andamento da FAACS
Apresentações de Dissertações

EM BREVE Confira as Normas para envio de trabalhos nos murais da Faculdade ou em nosso site angloamericano.edu.br